prancha_esquemas
md2014_07_16-103924
md2014_07_16-104426
md2014_07_16-111142
md2014_07_16-130407
md2014_07_16-120449
md2014_07_16-100416
md2014_07_16-104703
md2014_07_16-113505
md2014_07_16-121703
md2014_07_16-133835
md2014_07_16-133635

Ano: 2013

Localização: Porto Alegre – Rio Grande do Sul – Brasil

Área Total: 170 m²

Projeto: ILLA

Execução da Obra: ILLA

Equipe: Cláudia Titton, Mariana Hugo e Taís Lagranha

Créditos fotográficos: Marcelo Donadussi

 

Quando trabalhamos com reformas, olhamos o existente com cuidado em busca de detalhes que possam ser preservados e valorizados. Essa estratégia orientou o projeto de reforma deste antigo apartamento do início ao fim do processo.

O antigo apartamento de aproximadamente 170m² estava em perfeito estado de conservação onde era possível reconhecer a qualidade dos acabamentos e materiais. Ao mesmo tempo a decoração clássica e pesada despertava nos novos proprietários o desejo de modernização. Uma das premissas foi elaborar um projeto para atender a todas as necessidades funcionais com uma linguagem moderna e descontraída, aproveitando os móveis que já possuíam.

As intervenções foram minimizadas mantendo os revestimentos em bom estado e substituindo aqueles que tivessem a força de transformar a linguagem dos espaços, de antigos para novos, com personalidade e despojamento. Dessa forma, o piso de taboão da sala foi recuperado, o revestimento original de azulejos amarelo e branco dos banheiros foram mantidos, a porta de correr com um incrível trabalho em madeira foi transformada em biombo e a única modificação de paredes ocorreu para integrar a cozinha com a área social do apartamento.

Como o casal gosta muito de cozinhar e receber amigos e familiares, a cozinha se tornou o ambiente mais importante da casa. Esta deveria ser um espaço amplo, agradável e muito prático. A ideia inicial dos clientes era reformar a cozinha mantendo a divisão com a lavanderia. Porém, na concepção do projeto, entendemos que o apartamento teria um ganho se a cozinha fosse integrada à lavanderia, aproveitando os benefícios da grande janela como a ventilação cruzada, a iluminação natural e a linda vista!

Foi criada uma cozinha totalmente integrada onde seus limites são demarcados apenas pelo piso de ladrilho hidráulico. Na parede foi utilizado revestimento neutro e de fácil manutenção, mas com personalidade, como as pastilhas brancas, para compor com as prateleiras em madeira e estrutura metálica. O minimalismo dos móveis novos da cozinha se mistura com objetos antigos existentes e outros elementos carregados de significados para os proprietários, que foram incorporados para dar um ar colorido, divertido e despojado ao projeto. O ladrilho do piso da cozinha, a mesa de máquina de costura utilizada no hall, o armarinho de temperos e o armário/bar laranja são exemplos destes elementos.

Na área íntima foi colocado piso lamparquet na cor Ipê Champangne, os quartos receberam pintura branca e alguns detalhes com cor, como a meia parede em cinza azulado do quarto de hóspedes. As portas que estavam comprometidas pela ação do tempo foram trocadas e receberam cores vibrantes, como o amarelo (para o banheiro amarelo) e o magenta para a suíte.